“ A estrutura montada no Brasil para manter a corrupção tem sua base mãe instalada no sistema político brasileiro que permite que uma única empresa faça doações milionárias a diversos partidos políticos, tornando-se, assim, “credora” dos partidos. “Até as pedras sabem disso”, porém, o analfabetismo funcional de 2/3 dos brasileiros torna o país inteiro escravo de um sistema falido e absurdamente corrupto.

Visando proibir o financiamento das campanhas políticas por empresas, a OAB-Nacional propôs uma ADI – Ação Direta de Inconstitucionalidade no STF – Supremo Tribunal Federal.

A AVB foi a única instituição Goiana a participar, como debatedora, da Audiência Pública no STF, presidida pelo Ministro Luiz Fux, que visou colher elementos da sociedade para julgamento da citada ADI. (Vide Vídeo abaixo).

Em abril/2014, seis dos onze ministros do STF, votaram pela ILEGALIDADE do financiamento de campanhas por empresas, porém o Ministro Gilmar Mendes, em uma manobra política, pediu vistas do processo e está “Sentado” sobre o mesmo até a presente data ( 21/04/2015), o que impede o STF de concluir a votação que já está decidida, pois a maioria dos onze Ministros (seis) já votaram pela ILEGALIDADE.